Bye bye, Fate

274852368_3bd1afcde7_b

Não, eu não vou deixar de jogar Fate, mas certamente vou deixar de desenvolver material para ele. Estou migrando os projetos em andamento (o medieval Feudos de Sangue e o dark fantasy de Reinos de Sombra & Névoa, além de um título Cyberpunk ainda em estágio inicial) do Fate para o MODULA 6, que passa a ser o único sistema para o qual passarei a desenvolver algum material de jogo.

O motivo? Bem, traduzir conteúdo aberto é algo trabalhoso e necessário antes de começar qualquer projeto. Eu não vou me matar para traduzir conteúdo aberto que já foi traduzido por uma editora (no caso, Fate Básico pela Solar). Portanto se eu preciso traduzir alguma coisa para desenvolver material de jogo, que seja algo inédito e diferente.

O primeiro resultado desta medida está previsto para o fim de Agosto. O texto está praticamente pronto e eu iria entrar em fase de revisão. Porém, terei que rever as regras pois elas estavam referenciadas ao Fate.

Existe muita coisa inédita no MODULA 6, pois ele é baseado no OpenD6 e vejo muita coisa promissora que eu posso agregar sem ter que me preocupar em “duplicar esforços”.

Quanto ao Fate, eu ainda adoro o jogo, especialmente o Fate Accelerated. Mas agora adoto uma postura de consumidor e deixo o meu lado desenvolvedor para o MODULA 6 a partir de agora. Talvez eu reveja esta postura caso eu note interesse genuíno da editora em querer que a comunidade lance coisas para o Fate.

Até lá… Adiós!