Sem Atributos, sem Perícias

Cá estou eu trabalhando na minha encarnação de um sistema genérico “powered by Fate” e eu decidi testar algo que muitos que eu conversei sobre o assunto acharam loucura: se tudo der certo o sistema NEREUS não terá mais Atributos, nem Perícias! Ou qualquer lista fixa de característica como Classes, Talentos, Vantagens e Desvantagens

Se você jogou alguma versão do Fate (incluindo nosso material introdutório Nereus! Uma Introdução aos RPGs) sabe que um personagem é composto de: Aspectos, Perícias (ou Abordagens no Fate Accelerated) e Façanhas. Embora Aspectos e Façanhas proponham um paradigma diferenciado de jogo, Fate ainda se sustenta nas perícias como valor-base nas jogadas de dados para realizar uma ação.

E se você jogou algum sistema de RPG tradicional sabe que a maioria dos sistemas se baseia numa lista fixa de atributos, perícias, classes, raças, talentos ou vantagens e desvantagens.

Pois bem, pretendo testar uma ideia que me ocorreu neste fim de semana enquanto divagando sobre como eu poderia tornar o Nereus ainda mais envolvente para que o grupo crie conjuntamente uma história. Se você está interessado nesta proposta de Game Design, continue lendo.

A Proposta para Nereus 4E

Lendo Fate, seus autores mencionam um site como inspiração para os Aspectos: o TV Tropes. Lá ele mostra os elementos mais comuns de uma história. O site começou focando em apresentar elementos que se repetem em diversos tipos de roteiros para TV, mas ao longo do tempo eles expandiram para plots de video-game, roteiros do cinema, literatura, narrativas e até mesmo video-games.

O site, em poucas palavras, é um apanhado de elementos de roteiros usados para definir plots, personagens, eventos e lugares. É uma expansão do conceito da Jornada do Herói mas com um detalhamento maior.

Eu sei, você deve estar se perguntando: o que isso tem a ver com o sistema de jogo?

A resposta é simples: ao invés de representar personagens por meio de habilidades e coisas assim, estes Elementos descritivos seria convertidos em Elementos de Jogo. O Elemento de Jogo é o “átomo” do sistema. Ele será sempre uma palavra, frase ou sentença que descreve uma parte de um todo.

Juntos, estes Elementos irão compor um personagem, um local ou ajudarão a descrever as consequências de um evento na história. Se você olhar os diversos tipos de tropos apresentados no TV Tropes, irá ver que é possível descrever qualquer tipo de elemento narrativo de uma história. Do pano de fundo onde a cena ocorre até o protagonista da história.

NEREUS então irá se apoiar nesse conceito. Os jogadores irão definir uma certa quantidade de Elementos (que em Fate são simplesmente os Aspectos) que irão descrever da melhor forma possível cada um dos personagens. A escala de adjetivos (de Péssimo (-2) até Épico (+8)) ainda existirá e cada Elemento irá ter uma graduação.

Desta forma, o Aspecto Principal do personagem terá a melhor graduação escolhida, enquanto que os demais irão complementar o personagem mas terão graduações menores. É como se a lista de atributos e perícias fosse flutuante e livre. Os Aspectos graduados desta forma irão definir: o que o personagem sabe, que tipo de ação ele poderá realizar com aquele Aspecto e o quão bom ele é quando desempenha este papel em cena.

Alternativamente, o Mestre irá definir os personagens NPCs da mesma maneira. Entretanto, indo mais além, ele poderá descrever virtualmente qualquer tipo de elemento da história: um local, um evento, um item, uma arma, uma magia ou um superpoder. Os personagens podem tirar vantagem dos Aspectos destes elementos ou obstáculos podem ser compelidos contra eles. Tanto a dificuldade quanto o bônus será a graduação de um ou mais aspectos destes lugares, itens, etc.

Conan, o Exemplo

Conan o Bárbaro no meio da sua trajetória era: Bárbaro Cimério (Ótimo +4); Ladrão Sorrateiro (Bom +3); Bucaneiro da Costa Negra (Bom +3); Batedor Nórdico (Adequado +2).

Como Bárbaro Cimério ele era um exímio combatente, mas também supersticioso em relação ao Sobrenatural. Como Ladrão Sorrateiro ele possuia habilidades de ladrão, mas também tinha problemas com a lei local dependendo do que fazia com suas habilidades e assim por diante.

Em jogadas regulares, o grupo define se o que Conan está tentando fazer combina com um dos seus Aspectos e então o jogador poderá usar aquela Graduação como base nos seus testes para aquele tipo de ação. Isso faz de Conan um Ótimo combatente (+4) e um Bom ladrão (+3).

Para jogadas excepcionais, os aspectos podem turbinar uma jogada como invocados, mediante o gasto normal de Pontos de Destino (ou Pontos de Ação em outros sistemas). Obviamente pela subjetividade do termo, o tiro pode sair pela culatra. Conan é supersticioso porque veio de um povo bárbaro com essa mentalidade (Cimério), ainda pode sofrer preconceito por ser visto como “apenas um bárbaro”. Não é raro ver Conan envolvido em trabalhos sujos como Ladrão. Neste caso o Mestre pode compelir estes aspectos contra o personagem em algumas situações (exatamente como uma Desvantagem em GURPS, por exemplo).

Lugares e Coisas

Perceba então que o Aspecto cumpre vários papéis. Ele pode ser restrito e abrangente. Bom ou Ruim. Tudo depende da situação que o personagem e história se encontram.

Podemos ir ainda mais longe, é fácil descrever locais de uma cena da mesma forma: os personagens podem ter que passar por uma Floresta onde: A Vegetação é Densa (+3); Frio do Inverno (+2); Matas com Espinhos (+2) e um Rio com Correnteza Forte (+1)

Neste caso, estes aspectos podem ser usadas tanto como bônus quanto penalidade. O Grupo pode usar a Vegetação Densa para se esconder (bônus de +3), ou podem se perder nas trilhas (Ações de localização e sobrevivência submetidas a penalidade de -3). O Frio do Inverno pode ser um problema de noite e os Personagens teriam que testar seus conhecimentos em sobrevivencia. Neste caso a Graduação seria uma dificuldade a ser jogada contra algum Aspecto de um Personagem.

O mesmo conceito pode explicar coisas como um Anel Mágico: Portador da Invisibilidade (+3); Forjado na Montanha da Perdição(+4); Cobiçado por todos os Povos (+2);

Poderes como uma Bola de fogo poderiam ser compostos da mesma forma, para complementar eventuais Aspectos do Perosnagem que interpreta o Poderoso Mago de Abbarth (Ótimo (+4)).

Em testes…

Esta mecânica está sendo atualmente testada em minhas simulações lógicas e jogos de teste. Acho que pode dar certo. Se for assim Nereus não terá uma lista sequer em suas regras. Isso seria bem interessante de se ver.